sábado, 26 de setembro de 2015

Porquê eu acredito?

Questionar é um direito e um dever de todo ser consciente! Ter fé, sem fundamento, não é uma prática saudável, pois, como é que você vai saber se está tendo fé em algo que realmente existe e não em uma mentira inventada por uma pessoa? Por que acreditar em algo que você mesmo não pode ver ou sentir de alguma forma? Isso é um perigo que tem levado muitos a serem enganados por charlatões ao longo das eras.

Tenho o costume de rever e repensar minhas verdades constantemente, pois, se estiver errado, não vejo problema algum em abandonar tudo que tenho acreditado e seguir minhas novas "verdades". Por isso que, mesmo sendo uma pessoa completamente cética, ainda acredito no sobrenatural.
Por mais que a ciência seja inegável, ainda existem algumas brechas que não podem ser explicadas pelas leis naturais conhecidas. Como algumas coisas que acontecem em novas vidas em determinados momentos e que não podemos ignorar.

Há alguns anos, encontrei uma de minhas sobrinhas, que na época devia ter cerca de 9 anos e morava em frente à minha casa, atravessando a rua em minha direção. Percebi algo de errado sobre a cabeça dela, como uma sombra escura.
É estranho "ver" o sobrenatural, difícil de descrever. Percebemos que não é algo "real", mas ainda assim sabemos que está lá!
Quando ela se aproximou, sem dizer nada, eu coloquei minha mão sobre sua cabeça e "retirei" a sombra que estava sobre ela.
Instantaneamente ela me olhou espantada e perguntou o que eu havia feito.
Como não costumo falar de coisas sobrenaturais com as pessoas, para não ser visto como um maluco, eu respondi que não havia feito nada, e perguntei a ela o que ela havia sentido.
Ela me respondeu que estava com muita dor de cabeça a várias horas e que a dor havia sumido instantaneamente assim que coloquei minha mão sobre sua cabeça.

Alguns podem encontrar inúmeras explicações para eventos como estes, mas, para quem convive com isso, é difícil negar que se trata de algo "real". Por isso, mesmo sendo o mais cético dos homens, não tenho motivos para deixar de acreditar no sobrenatural.
Postar um comentário