quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A simplicidade e o poder do amor

Mesmo depois de dois mil anos, ainda temos uma dificuldade incrível para entender e aceitar a simplicidade, os benefícios e o poder do amor.
Amar é simples, todos podemos fazer isso! Não reserve seu amor apenas para sua família e amigos. Ame à todos!
Amar quem nos ama é fácil, mas estamos aqui para aprendermos a amar aos nossos inimigos, aí que está o desafio!

Só pense no seguinte cenário por um instante. Imagine uma sociedade em que todas as pessoas se amam umas as outras. Estou falando de amor de verdade, como nossa família dentro de casa.
Em uma sociedade assim, não teríamos nada com o que nos preocupar além do bem geral e no desenvolvimento da sociedade.
Hoje somos motivados pela máquina do capitalismo. Trabalhamos para comprar coisas que ajudamos a construir, somos uma máquina que se alimenta de si mesma. Mas numa sociedade em que todos se amam e se respeitam, não precisaríamos de nada disso.

Amor vem acompanhado de respeito. Se um motorista ama os pedestres, ele não dirige embriagado e não corre além dos limites, porque o risco de tirar a vida de alguém que ele ama não compensa alguns minutos a mais no trânsito.
Se você ama seu próximo, você não rouba, não tira vantagens, não mente, não agride, ou seja, não faz nada que não gostaria que fosse feito com você!

Amar, é respeitar sem esperar nada em troca, nem mesmo respeito. É fazer o bem sem esperar uma recompensa, e dar sem esperar receber nada em troca, nem mesmo gratidão.

"E eis que vos envio como cordeiros entre os lobos."


Vamos praticar? Comece amando uma pessoa por dia. Até que isso se torne uma coisa natural pra você.
O amor é contagioso. Vamos espalhar?
Postar um comentário