terça-feira, 24 de junho de 2014

O demônio tem muitas faces

QUALITY FINE ART PRINTS
O demônio tem muitas faces
Este é um ditado muito conhecido e que tem sido repetido muitas vezes ao longo dos séculos. Então, gostaria de esclarecer alguns pontos importantes em relação à isso.

De onde surgiu este mito?
Estamos nos primeiros séculos da era cristã, por volta de 300 depois de Cristo. O Império Romano adota o Cristianismo como religião oficial, e entrega à Igreja Católica Apostólica Romana poder para falar "em nome de Deus". A missão da igreja é simples: converter os povos conquistados para obter um controle maior sobre estas pessoas, para que estas não se levantem contra o Império Romano.
A estratégia da igreja é simples, tudo que não for referente à nova religião que eles acabaram de inventar, deve ser considerado heresia, e todas as divindades que não fossem a divindade dos novos cristãos, deve ser considerado como demônio.


A imagem que temos do demônio, é então, uma mistura de diversas divindades de povos diferentes.

Chifres

Desde os tempos mais remotos, diversos povos, como os Celtas e os Vikings, adoravam divindades que possuíam grandes chifres, pois, estes eram um sinal de poder e inspira respeito. Estávamos aprendendo a domesticar o gado, e todos sabem que os machos mais bem sucedidos possuem enormes chifres.
Na Wikipédia você encontra facilmente uma lista com algumas divindades antigas que possuem grandes chifres.

Asas de morcego

Esta é simples. Considerando que, segundo a mitologia hebraica (que herda da mitologia suméria), o demônio é um anjo que se rebelou contra o "plano de Deus", supõe-se que, assim como os demais anjos, ele possui asas (pois assim imaginavam seres que fossem capazes de chegar até o céu), mas, para diferenciar dos anjos, com suas asas alvas e bonitas, é claro que deveriam descrevê-lo com as asas de uma criatura noturna cuja aparência é o oposto das asas cheias de penas dos anjos.

Pele vermelha

A pele vermelha, como queimada, é obviamente uma adaptação ao ambiente onde este demônio imaginário supostamente viveria, o inferno!
Local inabitável, onde o fogo jamais pára de arder.

Tridente

O tridente, que é uma ferramenta de pesca, sempre foi o símbolo do deus grego Poseidon. Como este deus, precisou ser demonizado, como todos os outros, seu símbolo tão icônico acabou se tornando o "cajado" do diabo.
Engraçado como o poder do medo da igreja foi capaz de transformar uma ferramenta de pesca, em um dos símbolos mais marcantes do seu terrível diabo.

Agora, imagine quantas deidades tiveram de ser descritas como encarnações do diabo, cada uma com características tão diferentes. Como o povo medieval era muito inculto e ignorante, os clérigos decidiram por comodidade dizer simplesmente que "o diabo tem muitas faces", e assim encerrar com as perguntas. E você, acreditando nessa história até hoje...

Fique em paz!

Postar um comentário